O Malamén é um Restaurante que acaba de abrir suas portas no distrito de Polanco, na cidade do México, e que leva o nome de uma curiosa lenda. É a historia de uma mulher misteriosa (conhecida como La Mala) que viajava o mundo recolhendo e anotando as receitas que mais gostava em um grande livro.

Esse livro (real para alguns, e fantasia para a maioria), um dia foi perdido e agora recuperado, é o que deu origem a este estabelecimento lindamente decorado. O projeto do interior do restaurante é de Ricardo Casas, que pretendeu recordar a época em que a misteriosa mulher viveu e se inspirou nas suas viagens e recordações, criando esta atmosfera antiga através de quadros, retratos nas paredes, objetos e espelhos que povoam os cantos do ambiente, dando a ele uma fantástica estética desgastada, muito vintage, em que a cor branca é a cola que une tudo.

03

01

02

Eu adorei a atmosfera do Malamén, que lembra (de certa maneira) o cosmopolitismo dos bistrôs franceses. Gosto também, desse excesso de decoração nas paredes e tetos, que fazem do restaurante um excelente e diferente projeto decorativo. O teto é o que mais chama a atenção com as variadas rosetas de gesso, cada uma contendo um ponto de luz.

06

04

05

Os diferentes arranjos de quadros nas paredes é outro ponto a destacar, passa a impressão de que foi escolhido peça por peça e que são preciosos itens de um colecionador. As mesas e as cadeiras tem o design limpo. O que ajuda a não poluir o ambiente.

07

08

09