Muito de nós temos em casas móveis que não seguem o nosso estilo decorativo, que ficaram antiquados ou muito vintage. Para transformar nossa casa não é necessário começar do zero, nem de gastarmos uma fortuna em mobiliário. Basta conhecer algumas técnicas de decoração e usa-las segundo nosso estilo e necessidade.

Hoje quero mostrar uma maneira de dar uma repaginada nos seus móveis que estão “fora de moda” sem descarta-los. Para mudar a aparência de um móvel, de um vaso ou de qualquer outro objeto, podemos colocar em prática uma técnica simples e altamente decorativa que trará caráter e personalidade, a pátina. Com esta técnica necessitaremos de poucos materiais, que incluem um produto selador para a base, tinta para pátina, pincéis e tecidos.

01

02

Também podemos incluir em nosso kit de ferramentas um par de luvas látex e jornais usados, para proteger nossas mãos e a superfície de trabalho e também algum trapo de algodão. A pátina tem uma grande variedade de aplicações, e é capaz de fazer com que o antigo tome um ar de novidade e se imponha como uma das tendências favoritas. Com a pátina podemos conseguir que a superfície escolhida tenha um jogo de sombras capaz de trazer uma iluminação efetiva e quente ao ambiente.

As pátinas podem ser naturais ou artificiais. As naturais se produzem devido à oxidação das tintas e de seus componentes. Os móveis envelhecem, e vão craquelando, mudam de cor, literalmente ficam encardidos. No entanto, o resultado desta degradação em muitos casos é único e esteticamente belo. Más também existem as pátinas artificiais, utilizadas para imitar a passagem de tempo.

03,

04

Um recurso decorativo muito antigo que começou a ser usado para disfarçar o acabamento final dos móveis feitos com madeiras poucos nobres. Ou seja, não é uma moda passageira, nem um novo recurso. A pátina é usada também nos acabamentos de parede para criar falsos estuques, más sua máxima utilidade é cobrir os móveis antigos que foram maltratados pelo tempo, ou simplesmente para dar um novo visual.

05

06

Com este envelhecimento se aproveita o estilo antigo destes móveis e objetos para melhorar a sua forma e tapar aqueles defeitos próprios do desgaste.